Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Mundo da Marta

Este é o meu mundo, o meu reflexo, tudo o que faz parte de mim.

O Mundo da Marta

Este é o meu mundo, o meu reflexo, tudo o que faz parte de mim.

Tem que ser escrito e lembrado...

Mas até me custa escrever isto aqui, se o fizer será para sempre uma memória e não sei se me quero recordar disto...

 

Pela primeira vez em 100 anos o nosso mundo e todos nós deparam-se com uma pandemia, um vírus, o Covid-19, fez parar a China e agora a Europa e América do Norte e Sul. 

Parece a introdução de um qualquer livro de ficção científica, mas não é. É neste momento a nossa realidade. 

 

Um vírus, que ninguém tem ainda certeza como surgiu, ou pelos dentinhos de um morcego vendido no mercado de Wuan, ou construído em laboratório por um qualquer laboratório que devia ter mais juízo; mas a origem pouco interessa, esse vírus espalhou-se, parece uma gripe, mas causa pneumonias perigosas.

Na Itália vemos mortes que chegam às 400 pessoas por dia...

Felizmente pelo nosso cantinho Português ainda só tivemos 3. Espero não ter que atualizar isto e dizer que ficámos igual ou pior que Itália. 

 

As pessoas vieram trabalhar para casa, sempre disse que esse era o meu sonho, mas não desta forma claro!

Vê se pouca gente na rua, é o caos nos supermercados, pessoas de máscara e luvas. 

Parece um cenário dantesco... 

O medo esse vê-se espelhado na cara das pessoas.

Estou a trabalhar desde terça-feira de casa e já estou desejosa de poder ir lá fora apanhar ar.


Hoje chegou a Primavera, mas nem essa nos trouxe o seu sol e bom tempo, hoje chove e está cinzento como nós estamos por dentro. 

Resta-me pensar que mais uma semana passou que espero que nos aproxime do fim desta coisa terrível. 

Criei este blog para não me esquecer das melhores partes da minha vida, nunca pensei ter que registar que vi acontecer história... pelos piores motivos.

 

Isto foi algo que nos atingiu a todos, transversalmente... Ricos, pobres, países desenvolvidos e sub desenvolvidos... 

Todos nós ficámos à mercê deste vírus.


Que isto me ajude a valorizar as pequenas coisas...

Andar na rua sem medo de tocar em alguma coisa e depois na cara, sem medo de que tenha ficado contaminada, sempre agarrada ao álcool gel ou a lavar as mãos de 10 em 10 minutos...

Estar com quem amamos que nesta fase nos está vedado e proibido, para nos protegermos a eles e a nós...

Sair à rua sem medo...

Fazer almoços, jantares daqueles bons com as nossas pessoas que duram horas e borrifar-me para o trabalho ou o que suja...

Dar beijos, abraços, apertar assim com muita força aqueles que por vídeo chamada vamos tentando aproximar apesar da distância física...

 

E que o fim disto chegue depressa.

Até lá, que a meditação me ajude, que os livros me ajudem a manter a sanidade mental e que o yôga nos ajude a aquietar a mente e o coração e fortalecer o nosso corpo...

Para mim é o yôga e para vocês o que é?