Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Mundo da Marta

Este é o meu mundo, o meu reflexo, tudo o que faz parte de mim.

O Mundo da Marta

Este é o meu mundo, o meu reflexo, tudo o que faz parte de mim.

A falta de aceitação pelo votos dos outros...

Muito bem esclarecer aqui antes de mais as premissas necessárias:

- Liberdade de expressão não se aplica apenas às opiniões mais comuns ou maioritárias.

- O voto, é livre, de escolha individual e ponto final.

 

Vejam a contrariedade das vossas acções quando domingo se apregoam aos 7 ventos fui votar, venham votar! Vão votar! mas quando umas centenas de pessoas exercem o seu direito de voto, em seguida, são censuradas por isso. 

Vejam a contrariedade quando dizem que são pela liberdade mas depois JULGAM o votos dos outros.

Independentemente da vossa orientação políticas essas pessoas votaram e saíram de casa para votar... mais revoltante é a metade do país que não exerceu o seu direito ao voto mas que poderá depois queixar-se e lamentar-se pelas escolhas feitas. 

 

Não se pode falar em "eu sou pela liberdade", "ahh a liberdade está a morrer" quando a vossa atitude a mata ainda mais. 

O meu alinhamento político não é extremista, seja para que lado for, mas compreendo as razões de quem o tem. 

Aliás tem sido um movimento crescente em todo o mundo...

Por acaso viram os resultados eleitorais na Itália, Espanha? EUA???

Acham que é na censura que está a forma de lidar com uma tendência crescente em todo o mundo?

 

Antes de censurar já experimentaram tentar perceber as razões daquele eleitorado?

Não que seja necessário perceberem porque... é a liberdade deles. 

Mas se quiserem manifestarem-se que o façam com conhecimento de causa.

 

O problema da nossa sociedade é este, no apregoar da liberdade tentam matar a liberdade das pessoas cujas opiniões não vão de encontro com as dela...

Comes carne? Assassino devias ser vegetariano.

Votas Ventura? És fascista...

Tudo o que é ser extremista não leva a nada de positivo. 

 

Mas e tu?

Sim aquele que censura e julga o voto dos outros? O que és tu?

Não és o mesmo? Não praticas um comportamento negativo de julgamento, de retirar a liberdade aos outros?

Se eles votam votam em consciência, é um direito deles! E se forem pesquisar este tipo de votos surge de um profundo sentimento de injustiça, de descontentamento com políticas sociais com as quais não concordam, de não protecção a camadas da sociedade que vivem de rendimentos sociais (e não não estou a falar da comunidade cigana porque não é essa que tem um peso massivo na nossa sociedade alimentada a rendimentos sociais... eles são apenas 7%). 

Para quem trabalha e paga impostos, ver uma parcela gigante desse rendimento a ser "comido" por impostos, ver os hospitais a não servirem o seu propósito e falo antes do covid, ter que pagar 11% de segurança social mas depois usar seguros de saúde privados...

São razões para estas pessoas votarem no extremo e mostrarem o seu desagrado.

 

 

São válidas ou iguais para todos nós? Não.

Mas são as opiniões deles.

E aqui eu sou a favor pela liberdade e respeito pelos outros. 

 

Este argumento poderia servir para a abstenção, mas não. Se querem manifestar desagrado façam voto nulo ou branco mas não fiquem em casa.

E sei que muitas pessoas este ano viram este direito de votar retirado por falta de preparação de um sistema que deveria ter estado mais preparado para os efeitos da covid e isso sim é triste. 

 

Por isso mais liberdade sim sem condicionalismos minha gente. 

 

 

 

  • 1 comentário

    Comentar post